Quinta-feira, 01 de outubro de 2015 00:16

A Coleurb conta com uma frota de 108 veículos, que recebem manutenção na própria empresa, envolvendo setores de abastecimento, lavagem, borracharia, elétrica, mecânica, chapeação e pintura, que realizam assistência técnica preventiva e corretiva dos veículos.

Tendo como missão “Promover a mobilidade pelo bem da coletividade, integrando-a permanentemente de forma sustentável”, a Coleurb investe continuamente no desenvolvimento de projetos que possuem como premissa básica a sua integração e cooperação com a comunidade e com seus colaboradores. A partir destes projetos, são realizadas diversas ações socioambientais que proporcionam melhorias significativas à coletividade.

Buscando intensificar a adoção de práticas sustentáveis, em agosto deste ano, o setor de lavagem de ônibus recebeu melhorias com a instalação de uma nova máquina, a qual proporciona maior agilidade na lavagem da frota. Juntamente com a nova aquisição, a Coleurb também deu um passo importante na racionalização do consumo de água, investindo em uma Estação de Tratamento de Água (ETA), com o intuito de realizar o tratamento adequado e reutilizar a água da lavagem dos ônibus.

Nova máquina de lavar ônibus

 

Estação de Tratamento de Água

 

O processo do tratamento da água ocorre da seguinte maneira: incialmente, a água utilizada para a lavagem dos veículos e de peças passa por uma caixa separadora, que tem a finalidade de separar o óleo e o lodo através de um processo físico. O óleo que fica na superfície é coletado e enviado para rerrefino por uma empresa especializada no ramo. Já o lodo é coletado durante manutenção de limpeza e após sua secagem, é encaminhado para aterro sanitário. A água resultante é bombeada para uma caixa de armazenamento, para posteriormente ser direcionada à estação de tratamento. Então, é adicionada a Solução de Cloreto de Polialumínio, passando pelo flotador por ar dissolvido, onde são removidos os sólidos suspensos e coloidais (minerais inorgânicos). Ao final, é adicionado cloro na tubulação de água tratada, com a finalidade de desinfecção da água tratada e controle da proliferação de microrganismos no reservatório de água para o reuso. A água resultante desse processo fica armazenada em duas caixas d’água de 10 mil litros, a fim de serem reutilizadas para a lavagem de veículos.

O reuso da água traz benefícios ambientais significativos, relativos ao gasto com a quantidade consumida, com a economia e com redução da poluição hídrica, uma vez que os efluentes são tratados e reaproveitados.

 

ACESSO RÁPIDO

Passagem Estudantil
passagem
estudantil
Achados e Perdidos
achados e
perdidos
Passe Livre para Idosos
passe livre
para idosos
Vagas de Emprego
vagas de
emprego

Tarifa

Tarifa atual: R$ 3,65 - Decreto nº 62/2018, publicado em 10/08/2018.

Passagem Estudantil
De acordo com a lei municipal nº 4465/2008, ficou estabelecido que:

- Para os estudantes de ensino fundamental, médio e superior, o número de passagens a serem utilizadas mensalmente fica limitado a 80 (oitenta)..

- Para os alunos dos cursos de nível superior, em turno integral, o limite poderá ser elevado a 110 (cento e dez) passagens, desde que haja comprovação específica dessa situação.

Ensino Fundamental = 80
Ensino Médio = 80
Graduação não integral = 80
Graduação integral = 110
Curso Técnico = 80
Curso Pré Vestibular não integral = 80
Curso Pré Vestibular Integral = 110

Para a compra das passagens estudantis é obrigatória a apresentação da Carteira Estudantil fornecida pela agremiação que representa o estudante. A mesma deve estar devidamente carimbada pela secretaria da instituição.

Para utilização das passagens estudantis nos ônibus, é obrigatória a apresentação da Carteira Estudantil.

Dúvidas frequentes: 

1. Quem pode comprar as passagens estudantis?
O estudante munido da carteira estudantil. Quando for menor de idade, pais ou responsáveis (legalmente autorizados), munidos de RG.


2. São vendidos somente pacotes lacrados?
Não. É vendida a quantidade desejada, dentro do limite estabelecido para o mês.


3. A passagem estudantil é válida no final de semana?
Sim. A passagem estudantil pode ser utilizada em qualquer dia e horário do ano.


4. Avós podem retirar passagens para os netos?
Somente se portarem o termo de guarda dos netos menores de idade.


5. A carteira estudantil precisa estar carimbada?
Sim. De acordo com a política da escola: bimestral, trimestral ou semestralmente.

Os pertences encontrados nos ônibus ficam disponíveis na empresa durante 30 dias. Após, são doados a instituições sociais do município.

Os idosos com mais de 65 anos, mediante apresentação de documento com foto, ficam isentos do pagamento da tarifa. A entrada no ônibus deve ser pela porta dianteira.

Conforme prevê a Constituição Federal (artigo 230, §2º), Estatuto do Idoso (artigo 39) e a Lei Municipal nº 2.675/91, "aos idosos, com mais de 65 (sessenta e cinco) anos de idade, é permitido o acesso ao transporte regular gratuito nos ônibus coletivos urbanos do Município de Passo Fundo, desde que portem e apresentem ao motorista, no momento do embarque, documento oficial com foto, original, como por exemplo, RG, CNH (Carteira de Motorista), CTPS (Carteira de Trabalho), etc".

Lembramos, entretanto, que transportes especiais, realizados diariamente com microônibus (Transporte Adaptado) ou, ainda, eventualmente com ônibus que cumprem linhas específicas criadas para atenderem determinados eventos (como shows, etc.), o transporte não é gratuito e a tarifa é a cobrada habitualmente, sendo o custo determinado pela tarifa vigente no Município.